Mãe Vê Cara Do Seu Bebé E Recusa Ficar Com Ele! Então A Enfermeira Faz O Impensável!

Isto era impensável! Os pais de nascimento de Adam, recusaram levar o bebé para casa, logo depois de nascer. Avisaram os médicos que se fossem obrigados a levar o bebé para casa, iam envenenar o bebé recém-nascido por medo de serem envergonhados. Adam nasceu com um cérebro saudável, pulmões e coração. No entanto, entrou no mundo sem pálpebras, sem nariz, sem mãos e com as pernas fundidas. Estas eram questões superficiais. Ainda assim, os seus pais queriam renunciar ao filho ou matá-lo.

Raja e Jessica Paulraj, um casal que também era o médico e a enfermeira que tratou Adam, não podia ficar indiferentes. Jessica segurou o menino nos seus braços. Ela e Raja sabiam que só havia uma hipótese, adoptá-lo. Foi diagnosticado a Adam uma doença rara genética conhecida como Síndrome Bartsocas-Papas. O casal levou o seu novo filho a um especialista, onde realizou várias cirurgias. Mas os custos dos tratamentos e cirurgias eram tantos para ajudar Adam.

Então, algo incrível aconteceu. A comunidade local reuniu-se, e numa semana conseguiu juntar 100.000,00 dólares para ajudar o bebé que “ninguém queria”. Agora, Adam é capaz de fechar os olhos e a boca pela primeira vez.

“Será que ele vai ser perfeito? Sim, ele já está perfeito. Será que ele vai ser normal para os padrões do mundo? Nunca. “, disse o médico de Adam, John van Aalst.

Através do amor e cuidado de Raja e Jessica, e com a ajuda de sua comunidade, Adam é, um bebé saudável e feliz.

Veja a história completa:

Leave a Reply