Bebé Nasce Mais Cedo Para Que Pai Moribundo Consiga Abraça-lo Antes De Partir…

Há quatro anos atrás, Mark Augler de 52 anos, estava deitado no seu leito da morte embalando amorosamente a sua filha menina recém-nascida. Poucos dias depois, Mark morreu de fibrose pulmonar, a quimioterapia que inicialmente salvou-o do cancro tinha destruído os seus pulmões.

“Basicamente, foi como se os seus pulmões fossem embebidos em betão. Os pulmões não conseguiam inalar, então não conseguiam fazer passar o oxigénio pelo corpo. O Mark simplesmente estava a sufocar até à morte!”, relatou a sua esposa Diane.

Mark e Diane esperavam um bebé muito em breve, então planearam induzir um trabalho de parto prematuro, caso a condição médica de Mark piorasse. Em Fevereiro, os médicos avisaram Mark que apenas viveria mais alguns dias, então o casal decidiu trazer Savanah Augler ao mundo um pouco mais cedo que o previsto.dyingDiana disse: “Ele tinha que ser o primeiro a abraçá-la. Ele segurou a Savanah por 45 minutos depois que ela nasceu.”.

Poucos dias depois Mark teve a oportunidade de segurar novamente a sua bebé. El entrou em coma e mostrou novos sinais de declínio. “O coração começou a abrandar e a sua respiração também começou a baixar. Coloquei a Savanah nos seus braços e segurei a mão dele até que morreu.”, contou a viúva.

Já passaram quatro anos desde que Mark faleceu, mas Diane e seus filhos vivem vidas felizes em honra do seu falecido pai.

“As crianças continuam como se o pai ainda estivesse aqui. Os meus filhos ainda contam piadas como ele contava quando estava por perto. Ele teria sido um pai maravilhoso para Savanah.”.

Leave a Reply